Conselhos para maior segurança: cuidado com o email

Cada dia recebemos montes de emails de todo tipo: pessoais, profissionais … desconhecidos. São enviados por amigos, colegas, clientes, fornecedores, entidades financeiras, publicidade, etc.

É comum receber comunicações com anexos ou com atalhos que devemos clicar para completar alguma ação. Os anexos podem ser PDFs, documentos do Office, imagens, etc. Os atalhos podem ser necessários para completar um registo que iniciámos nalgum site, ou para visualizar melhor alguns conteúdos. Em qualquer caso, os maus sabem-no e aproveitam-se.

Os anexos podem conter documentos do Office, e alguns destes documentos podem conter macros. Macros são programas inseridos nesses documentos e, quando bem usados, permitem automatizar algumas tarefas. Por outro lado, podem ser usados com más intenções e atuar como cavalos de troia, passando outros programas maliciosos da Internet para o nosso computador e assim completar a tarefa.

Quanto aos atalhos, podem ser mal usados e encaminhar-nos para um site (controlado pelos maus), que aparenta ser uma página da Google ou da Microsoft ou outro qualquer onde nos pede para inserir o nosso email e senha. Logo que conseguem esses dados, podem aceder a todos os serviços online onde já usámos essas credenciais.

Os emails que recebemos costumam contar alguma história para conduzir-nos a abrir o ficheiro anexo ou clicar no atalho. Essas histórias podem ser promessas dalgum prémio ou alarmes de que o nosso cartão de crédito foi usado ou que as nossas contas estão a expirar e perderemos todos os nossos dados se não clicarmos no atalho.

Independentemente, das mensagens, um bom conselho é manter a cabeça fria e não reagir de imediato. Por exemplo, se somos alertados que a nossa conta Microsoft 365 expirará, em lugar de clicar no atalho que nos passem, será mais adequado aceder diretamente à nossa conta no site da Microsoft ou pedir ajuda ao nosso informático.

Os emails continuam a ser os meios mais comuns que os malfeitores usam para atacar as nossas contas pessoais e das nossas empresas.

Antes de clicar, pensem duas vezes. Mantenham-se em segurança!