Novidades no Teams

O Teams continua a progredir e a melhorar as funcionalidades para os seus utilizadores, enquanto mantem todos os requisitos de segurança e confidencilidade exigíveis a software onde podem ser partilhados dados sensíveis das organizações.

Já é possível mudar a imagem de fundo do ecrã no Teams. A opção de difuminar o fundo já existia. Esta funcionalidade está disponível mesmo em computadores com processadores mais antiguinhos (o ZOOM requere processadores recentes exceto se usarmos uma tela verde, que ninguém usa). As possíveis imagens (24) estão prédeterminadas pela Microsoft, não é possível personalizar diretamente ainda (mas está previsto para um futuro não muito distante).

Eis um truque: se quer definir a sua própria imagem, pode aceder à pasta %APPDATA%\Microsoft\Teams\Backgrounds\Uploads e adicionar lá o seu ficheiro JPG ou PNG (sugiro um tamanho de 1920×1080).

Também será alterado o número de participantes visíveis simultaneamente. Até a data só é possível uma grelha com os 4 últimos participantes que falaram. Está previsto que em maio já exista uma grelha com 9 participantes, mas o sistema terá em conta as capacidades dos dispositivos e a largura de banda para ajustar a apresentação.

Os utilizadores também poderão indicar que querem participar com um gesto de “levantar a mão”, à semelhança do que já é possível no ZOOM. Não parece muito, mas são pequenos passos na direção certa.

Os organizadores de reuniões terão a opção de terminar “oficialmente” uma reunião para todos os participantes, coisa que sempre representa um fim mais digno destes eventos.

Como no ZOOM, os utilizadores externos que entrem numa reunião ficaram numa “sala de espera” até ser admitidos pelo organizador.

Podem acompanhar as novidades no Teams no Microsoft Teams Blog ou na sua conta no Twitter.